• [image]

    Mercado muda e as maiores estrelas da Média Dow Jones perdem o brilho

    A abordagem, bastante testada ao longo do tempo, era difícil de superar: coloque seu dinheiro nas ações de empresas americanas grandes e bem estabelecidas, as chamadas “blue chips”, e elas darão resultados, faça chuva ou faça sol. Hoje, porém, essas empresas que eram vistas como as mais confiáveis do mercado, entre elas Coca-Cola e IBM, divulgam crescimento lento, trimestre após trimestre.

  • [image]

    Custos azedam sonho africano de exportar açúcar

    A corrida do açúcar na África chegou ao fim. Durante anos, empresas de dentro e fora da África investiram bilhões de dólares em projetos de produção de açúcar no continente, numa tentativa de aproveitar o crescimento da nova classe média africana. Hoje, o excesso de oferta vem forçando as empresas a reduzir a produção, suspender novos projetos e fechar usinas. O culpado: importações baratas.

  • [image]

    Animais de brinquedo se comportam cada vez mais como os de verdade

    Incrementados com reconhecimento de voz, sensores óticos e raios infravermelhos, os animais de estimação de brinquedo estão cada vez mais parecendo e se comportando como os de verdade.

What’s News —

Business & Finance

Economia

Atualidades

Empresas

Outras notícias de interesse

  • Internacionais

    • A Sony está considerando reduzir de novo sua meta de vendas de smartphones em milhões de unidades para o período de 12 meses que termina em março de 2015, dizem pessoas a par do tema. Hoje, a meta é de 43 milhões de aparelhos, mas originalmente era de 50 milhões. O motivo seria a concorrência acirrada, especialmente em países emergentes como a China, onde a gigante japonesa de eletrônicos planeja reduzir sua presença.
    • O Shandong Zhaojin, um dos maiores produtores de ouro da China, está negociando a compra de minas na América do Norte e Austrália, disse o presidente do conselho da empresa, Lu Dongshang, sem revelar quais são os ativos. A estatal, que tem ações listadas em Hong Kong, tentou comprar a brasileira Jaguar Mining em 2011, sem sucesso.
Settings Range: 1 Day

Chart available at Market Data Center

Market Data Center
Close

How to Read this Chart

  • High
  • Current price, up from close
  • Price at prior day's close
  • Current price, down from close
  • Low

Destaques

  • [image]

    Capital de risco para construir um mundo melhor

    Uma coisa que se ouve muito em conversas com empreendedores e investidores de capital de risco é que eles querem mudar o mundo. Alguns até querem mesmo. Uma dessas pessoas é Bryan Johnson, que está colocando US$ 100 milhões — uma parte substancial de sua fortuna pessoal — em um novo fundo de capital de risco destinado ao que o próprio Johnson chama de projetos “malucos”.

  • [image]

    Afinal, quanto vale a informação coletada pelo ‘big data’?

    O que você compra no supermercado, quais posts você “curte” no Facebook, como você usa o GPS no carro: há empresas baseando todo seu negócio na coleta e vendas de dados como esses. O problema é que ninguém sabe realmente quanto valem todas essas informações. Dados não são um bem físico como fábricas ou dinheiro, e não há nenhum método oficial para estimar o seu valor.

  • [image]

    Pemex quer superar Petrobras e ser maior empresa da América Latina

    Quando a reforma do setor energético do México foi transformada em lei, em agosto, o diretor-presidente da Petróleos Mexicanos, Emilio Lozoya, fixou uma meta para a gigante estatal que até recentemente parecia fantasia: retomar a posição de maior companhia de petróleo da América Latina.

  • [image]

    Design inovador da Barber & Osgerby chega até aos trens de Londres

    A dupla londrina — a força criativa por trás do design de inúmeros produtos e interiores inovadores — está reinventando o visual da Frieze Art Fair, a feira de arte contemporânea que acontece todo mês de outubro em Londres.

  • [image]

    Em seu segundo ato, Bill Gross aposta no México e no dólar

    O legendário investidor da renda fixa compartilhou com a Barron’s (publicação-irmã do The Wall Street Journal) sua visão sobre o atual ambiente de investimentos, a economia global e as oportunidades que vê no México. Aqui, trechos editados da conversa.

  • [image]

    GoPro, câmeras para quem quer ser o herói aventureiro das férias

    A GoPro Inc., empresa conhecida por suas pequenas câmeras usadas por surfistas radicais e praticantes de snowboard, acaba de lançar novos modelos que podem atrair um grupo mais acanhado.

  • [image]

    Por que a Ferrari já não está entre as 100 marcas mais valiosas do mundo

    Causando ainda mais humilhação depois da sucessão de motores quebrados e a ausência de vitórias na Fórmula 1, a Ferrari saiu da lista anual das 100 marcas mais valiosas do mundo, organizada pela Interbrand.A marca Ferrari foi avaliada em US$ 4 bilhões em 2013, o suficiente para lhe garantir o 98º lugar. Mas o ícone italiano do automobilismo tem passado por um período de altos e baixos.

  • [image]

    Queda no preço do petróleo castiga alguns, mas é bonança para outros

    O desencontro entre o crescimento da oferta de petróleo e a fraqueza da demanda mundial está derrubando os preços do produto e ameaçando a estabilidade de alguns países, ao mesmo tempo que proporciona um alento à economia de outros.

  • [image]

    Jato da Mitsubishi que desafia aviões da Embraer está quase pronto

    Num prédio onde trabalharam os projetistas do caça Zero na era da Segunda Guerra Mundial, engenheiros estão hoje desenvolvendo um novo projeto: o primeiro avião comercial japonês em 50 anos. A Mitsubishi Aircraft deve exibir a nova aeronave, um jato regional que competirá com modelos da Embraer, pela primeira vez no sábado, após uma série de atrasos.

  • [image]

    Embraer quer conquistar mercado da Ásia com jatos do ‘tamanho certo’

    A Embraer é uma potência na produção de jatos executivos, mas na aviação comercial é uma distante terceira colocada, depois da Boeing e da Airbus. Os maiores aviões da empresa brasileira são do tamanho dos menores feitos pelas rivais. Frederico Fleury Curado, presidente da Embraer, diz que a empresa vem promovendo seus jatos menores, com menos de 130 lugares, conhecidos como E-Jets, como o avião perfeito para rotas com tráfego menor.

Partner Center
An Advertising Feature